Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos

Secratária: José chagas dos Santos
Endereço: Rua Oscar da Silva Marins, 155
Tel: (24)3322-8436/3322-8098
Expediente: 8h às 17h


Equipamentos da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos

CREAS CENTRO DE REFERÊNCA ESPECIALIZADO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

Rua Santos Dumont, 126 – Centro – Barra Mansa

Tel: 3322-6957 / 3322-6534

O que é?
O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) é uma unidade pública da política de Assistência Social onde são atendidas famílias e pessoas que estão em situação de risco social ou tiveram seus direitos violados.

Serviços ofertados
A unidade deve, obrigatoriamente, ofertar o Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (PAEFI), podendo ofertar outros serviços, como Abordagem Social e Serviço para Pessoas com Deficiência, Idosas e suas famílias. É unidade de oferta ainda do serviço de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto.

O trabalho do CREAS visa o atendimento as crianças, adolescentes, mulheres, idosos, pessoas com deficiências e doenças mentais que sofrem qualquer tipo de violações de direitos dando apoio psicossocial e jurídico, objetivando orientas e proteger a este publico. O CREAS promove encaminhamentos a Instituições, da rede municipal, que possam dar solução ao problema , facilitando o acesso dos usuários aos serviços que promovam o resgate de seus direitos e da sua cidadania.

Formas de Violência

Violência Física – qualquer conduta que ofenda sua integridade ou saúde


corporal. exemplos: te empurra, chuta, amarra, bate, violenta.

Violência Psicológica – qualquer conduta que lhe cause dano emocional,


diminuição da autoestima, prejuízo à saúde psicológica e à autodeterminação. Envolve



ameaça, constrangimento, humilhação, manipulação, isolamento, vigilância constante,



perseguição, insulto, chantagem, exploração e limitação do direito de ir e vir, entre



outros.



Violência Sexual
– qualquer conduta que obrigue a presenciar, a manter ou a


participar de relação sexual não desejada, mediante intimidação, ameaça ou uso de



força; impedir de usar qualquer método contraceptivo; forçar ao matrimônio; à



gravidez; ao aborto ou à prostituição; ou que limite ou anule o exercício de seus direitos



sexuais ou reprodutivos.



Violência Patrimonial
– qualquer conduta que configure retenção, subtração,


destruição parcial ou total de seus objetos, pertences ou documentos pessoais, bem



como recursos econômicos.



Violência Moral
– qualquer outra conduta que configure calúnia, difamação ou


injúria.


A violência contra a mulher
É um fenômeno social grave que traz inúmeras consequências físicas e psicológicas para as vitimas, que precisam de suporte de toda uma rede socioassitencial, da família e da sociedade. Geralmente é rotineira e pode misturar atos de violência física, psicossociologia, sexual, entre outras formas de violência.

Lei Maria da Penha
A Lei Maria da Penha estabelece que todo o caso de violência doméstica e intra familiar é crime, deve ser apurado através de inquérito policial e ser remetido ao Ministério Público. Esses crimes são julgados nos Juizados Especializados de Violência Doméstica contra a Mulher, criados a partir dessa legislação, ou, nas cidades em que ainda não existem, nas Varas Criminais.

A lei também tipifica as situações de violência doméstica, proíbe a aplicação de penas pecuniárias aos agressores, amplia a pena de um para até três anos de prisão e determina o encaminhamento das mulheres em situação de violência, assim como de seus dependentes, a programas e serviços de proteção e de assistência social. A Lei n. 11.340, sancionada em 7 de agosto de 2006, passou a ser chamada Lei Maria da Penha em homenagem à mulher cujo marido tentou matá-la duas vezes e que desde então se dedica à causa do combate à violência contra as mulheres.

“É inaceitável que uma mulher em cada três mulheres no mundo sofra violência em algum momento de suas vidas”
(Phumzile mlambo-ngcuka , subsecretaria geral das Nações Unidas e diretora executiva da ONU Mulheres )


Rede de Proteção e Defesa da Mulher

  • CREAS – 3322-6534 e 33226957
  • Central de Atendimento à Mulher – 180
  • Disque Denúncia – 100
  • 90ª Delegacia de Polícia – 3328-4863
  • Polícia Militar – 190
  • Hospital da Mulher – 3324-5991
  • Defensoria Pública – 3328-4652
  • Ouvidoria do Ministério Público – 127
  • Conselho Tutelar – 3322-1029
  • OAB Subseção Barra Mansa – 3323-4217


1. Estrutura Organizacional:

a- Secretário de Assistência: José Chagas dos Santos (J. Chagas).

b – Proteção Social Básica:

Gerente: Cátia Batista de Souza.

Coordenadoras dos Centro de Referência da Assistência Social – CRAS:

Cras Ano Bom: Naiara Candioto Faria

Endereço:Avenida Presidente Kennedy, 3339 – Ano Bom

Tel.: (24) 3322-0178

Expediente: 8h às 17h

Cras Morada Verde:Sirlaine Santos Oliveira

Endereço:Rua A, 78 – Morada Verde

Tel.: (24) 33269438

Expediente: 8h às 17h

Cras Paraíso de Cima: Rosângela Souza da Cruz

Endereço:Rua Izalino Gomes da Silva s/n – Paraíso de Cima

Tel.: (24) 3350-7153

Expediente: 8h às 17h

Cras Pena Forte: Adriana Gomes Coelho

Endereço:Rua Geralda Maria de Jesus, 7 – Vila Coringa

Tel.: (24) 3323-0436

Expediente: 8h às 17h

Cras São Pedro: Jéssica Martins Santana

Endereço: Rua Rodolpho Marques, 356 – São Pedro

Tel.: (24) 3322-6522

Expediente: 8h às 17h

Cras Vila Natal:Keila Eugênia Lima Moraes

Endereço: Rua Manoel Anísio Rodrigues, 4

Tel.: (24) 3349-0534

Expediente: 8h às 17h

Cadastro Único:Celina Balbino Porte

Endereço: Rua Luís Ponce, 163 – Centro

Tel.: (24) 2106-3445

Expediente: 8h às 17h

c – Proteção Social Especial:
Gerente: Alexandre Martins Monteiro de Souza

Coordenador do Centro de Referência Especializado de Assistência Social –
Creas: Célio Carlos de Oliveira

Endereço: Rua Santos Dumont, 126 – Centro

Tel.: (24) 3322-6534

Expediente: 8h às 17h

Coordenadora do Centro POP:Raquel Ferreira de Oliveira Alves

Endereço: Rua Francisco Amaral de Souza, 8 – Bom Pastor

Tel.: (24) 3324-1486

Expediente: 8h às 17h

Coordenadora Lar Acolhedor:Rosângela Nogueira Santana da Silva

Tel.: (24) 3322-0423

Expediente: 8h às 17h

Coordenadora Abrigo Temporário para pessoas em situação de rua:Rosângela Nogueira Santana da Silva.

Endereço: Rua Adholfo Klotz, 837 – Santa Rosa

Tel.: (24) 3029-9355

Expediente: 8h às 17h

d – Vigilância Socioassistencial: Maria de Fátima Cardoso Gomes

Endereço: Rua Oscar da Silva Marins, 252 – Centro

Tel.: 3322-8098 / 3322-8436

Expediente: 8h às 17h

2. Endereço SMASDH:

Rua Oscar da Silva Marins, 252 – Centro – Barra Mansa – RJ

Tel: 3322-8098 / 3322-8436

Expediente: 8h às 17h